4 Encuentro de Educación Popular

Publicado en Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Por que criamos a Associação Mães&Pais pela Democracia

Não se constrói uma democracia plena sem a educação, porque a ausência da educação, assim como a desinformação e o desconhecimento, favorece a ascensão de tiranos. Com essa filosofia, e na defesa da inclusão, livre expressão, liberdade de cátedra e pluralidade de ideias nas escolas, surge a Associação Mães&Pais pela Democracia, integrada por famílias engajadas na defesa dos direitos.

A Constituição brasileira de 1988 defende as liberdades desde a escola, reconhecendo o pluralismo pedagógico e o respeito à diversidade de opiniões. Violar tais direitos é um ato inconstitucional. Nós somos um grupo suprapartidário, que preza o respeito a todas as formas de expressão e ideologias, desde que identificadas com valores democráticos, sem a agressão a minorias ou a violação de direitos humanos e das regras institucionais. Por isso, Mães&Pais pela Democracia contesta qualquer projeto de lei que tenha por objetivo calar educadores, professores e estudantes, como o projeto de censura nas escolas.

Sigue leyendo

Publicado en Artigos/Artículos/Articles | Deja un comentario

Governo assume a privatização da educação e terá como resposta o povo nas ruas contra os seus ataques

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa dos/as trabalhadores/as da educação básica do setor público brasileiro, se manifesta novamente de forma contrária a mais um ataque desferido contra o povo brasileiro. Há exatamente uma semana o Ministério da Educação do Governo Bolsonaro tornou público o que ele veio chamar de “Compromisso Nacional pela Educação Básica”, uma carta de intenções que deixou claro seus objetivos privatistas para a educação básica brasileira. O dia de ontem foi a vez do ensino superior!

O programa Future-se do MEC, anunciado aos reitores das universidades federais em reunião realizada no próprio Ministério, é o projeto do Governo Bolsonaro para privatizar nossa educação pública superior. Depois dos cortes e contingenciamentos de recursos para as universidades federais, o MEC anuncia um programa que diz pretender ampliar a autonomia financeira de nossas universidades. Beira ao cinismo tamanho descalabro se não fosse esse, agora, uma virtude governamental dos que ora ocupam o Governo Federal. O programa, assim como aquele voltado para a educação básica, também é muito vago no que pretende encampar como política pública para o setor, mas igual ao outro traz em si uma lógica que o permeia do começo ao fim nos seus propósitos: a desresponsabilização do Estado com a oferta do serviço público de educação, fomentando ainda mais o subfinanciamento do setor e delegando essa função social às mãos privadas, ávidas por lucro.

mais

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

MEC lança o “Compromisso Nacional pela Educação Básica” com viés de militarização e a mercantilização da educação pública

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa dos/as trabalhadores/as da educação básica do setor público brasileiro, se manifesta a respeito do lançamento do “Compromisso Nacional pela Educação Básica” em coletiva de imprensa concedida nessa quinta-feira (11/07), pelo Ministro da Educação – MEC, Abraham Weintraub, e representantes do Conselho Nacional de Secretários de Educação – CONSED e da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação – UNDIME, que reúnem, respectivamente, os gestores estaduais e os gestores municipais de educação do país.

1. De forma preliminar, cumpre destacar que, em que pese não ter havido nenhuma divulgação de qualquer documento mais consolidado sobre os objetivos e metas propostas no que veio a ser nominado de “Compromisso Nacional pela Educação Básica”, esse é o primeiro esboço de alguma proposta para a área educacional do país, em mais de 06 (seis) meses transcorridos do mandato presidencial do governo de Jair Bolsonaro.

mais

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

CNTE: O sucesso do dia 13 de agosto no indica o avanço da luta e a permanente mobilização

O calendário aprovado pela CNTE, ainda no mês de junho, quando o nosso Conselho Nacional de Entidades aprovou a indicação do dia 13 de agosto como um dia nacional de paralização da educação, mostrou-se mais uma vez acertado. Após o anúncio dessa data, várias outras entidades educacionais, sindicais e acadêmicas, da educação básica e superior, passaram a acompanhar o indicativo do dia 13. E o que se viu foi uma importante demonstração de unidade do campo educacional brasileiro, ciente dos ataques diuturnos contra a educação pública perpetrados pelo atual governo federal.

O sucesso da mobilização nacional deveu-se, em primeiro lugar, à nossa organização política e sindical que conseguiu construir no Brasil sindicatos de educadores fortes e atuantes. O diálogo construído entre todos os segmentos educacionais brasileiros canalizou para uma ação unitária de amplos e expressivos segmentos dos trabalhadores e trabalhadoras em educação do Brasil. O sucesso foi estrondoso!

Sigue leyendo

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Documentos, Notícias/Noticias/Nouvelles/News, video_imagen | Deja un comentario

IV Seminario Internacional Paulo Freire Buenos Aires 2019

Destinatarios del Seminario
Educadoras y educadores, académicos, universitarios, estudiantes y militantes sociales que recrean a Paulo Freire en sus prácticas cotidianas y profesionales.
Público en general.Cualquier consulta escribinos a seminariopaulofreire.bs.as@gmail.com
Publicado en Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Parceria com Instituto Ayrton Senna escancara a mercantilização

A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação, entidade representativa dos/as trabalhadores/as da educação básica do setor público brasileiro, recebe com preocupação a relação cada vez mais estreita entre o Ministério da Educação e o Instituto Ayrton Senna (IAS), que aponta para a estratégia escamoteada do atual governo federal de ampliar as possibilidades de mercantilização da educação brasileira e, no limite, a sua própria privatização.

Notícias dão conta de que no último mês de junho foi assinado um documento entre os presidentes do CNE/MEC e do IAS com o propósito de construção de uma agenda técnica para o desenvolvimento de estudos que orientem as futuras diretrizes sobre a educação integral no Brasil, quanto às questões de alfabetização.

A tradução dessa notícia deve ficar clara para toda a sociedade brasileira: a agenda técnica que interessa ao Instituto Ayrton Senna converge em sua quase totalidade com as políticas adotadas pela atual gestão do Ministério da Educação que, desde a aprovação da Base Nacional Comum Curricular do Ensino Fundamental, abre espaço para que entidades privadas passem a gerir o sistema nacional de educação nessa etapa de ensino, assim como ocorreu também com o processo do ensino médio. Essa parceria entre o MEC e o IAS, para além do subterfúgio de auxiliar o país no combate ao analfabetismo no país, discurso que somente é um verniz que escamoteia os reais interesses por detrás das muitas grandes empresas que financiam esse Instituto, representa a absoluta captura da política educacional, da gestão pública e do orçamento da União pelos setores privados.

mais

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

CNTE se soma à Marcha das Margaridas em defesa da democracia e contra a retirada de direitos

Cem mil mulheres do campo, da cidade, da floresta e das águas marcharam nesta quarta-feira (14), em Brasília (DF), em defesa de um Brasil com soberania popular, democracia, justiça, igualdade e livre de violência. A caminhada da Marcha das Margaridas começou às 7h no Eixo Monumental e terminou por volta de meio dia, na Esplanada dos Ministérios. As ativistas reivindicaram um país como mais oportunidades para todos e trouxeram questões específicas enfrentadas pelas mulheres rurais, como os diversos tipos de violência, o preconceito, a falta de reconhecimento do trabalho produtivo e doméstico, entre outros temas. A CNTE esteve presente no ato e na construção da Marcha das Margaridas – os sindicatos filiados vieram de todas as regiões do país e participaram ativamente da manifestação.

mais

> Veja o álbum de fotos

 

m

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Porto Alegre resiste: dezenas de milhares tomam as ruas em defesa da educação e da aposentadoria

CPERS

Mais uma vez, a capital gaúcha foi palco de um dia histórico de mobilização popular. Mais de 20 mil pessoas saíram às ruas para dizer não aos ataques à educação e à aposentadoria neste 13 de agosto.

O marco inicial se deu na Praça da Matriz, no início da tarde, quando educadores(as) de todo o Rio Grande do Sul e servidores(as) estaduais protagonizaram um ato de denúncia do governo Eduardo Leite.

O dia 13 foi, também, a data de pagamento da primeira faixa salarial da folha de julho, representando o maior atraso desde o início da política implementada por Sartori. Ao todo, são 44 meses de proventos atrasados e parcelados, e no caso dos educadores(as), quase cinco anos sem qualquer reajuste salarial.

mais

 

Publicado en Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Centenas de municípios aderem à paralisação nacional do dia 13 de agosto

CNTE

Milhares de estudantes, professores, sindicalistas, trabalhadores e ativistas denunciaram retrocessos do governo Jair Bolsonaro na área da educação e da previdência. O terceiro “Tsunami da Educação” registrou nesta terça-feira (13),  atos nos 26 estados brasileiros, além do Distrito Federal. A CNTE, em parceria com a CUT, contabilizou atos em cerca de 211 municípios brasileiros. A população somada dessas cidades é de quase 83 milhões de pessoas, cerca de 40% da população do país. Para o presidente da CNTE, Heleno Araújo, o dia nacional de paralisação foi muito positivo: “Os atos se espalharam por centenas de municípios. É preciso manter a mobilização para a semana de 1 a 7 de Setembro em Defesa da Soberania Nacional e Contra o Desgoverno Bolsonaro. Vamos fortalecer a participação da Educação Básica no dia dos excluídos no dia 7 de Setembro – todos e todas estaremos nas ruas mais uma vez”, ressalta. 

>> Acesse o álbum com as fotos enviadas pelos sindicatos de todo país

>> Veja o mapa com o registro dos locais que realizaram atos

mais: CNTE

Publicado en Notícias/Noticias/Nouvelles/News, Uncategorized | Deja un comentario