Ensino de idioma africano e criação de biblioteca comunitária na Restinga

Projeto Meninas Crespas, desenvolvido em Porto Alegre, oferece aula de yorubá, idioma de origem africana, e cria acervo com obras que abordam história dos negros

Um encontro semanal na Casa Emancipa, na Restinga, extremo sul da Capital, está mudando a consciência e os sentimentos de crianças negras. São ações que fazem parte do projeto Meninas Crespas, criado em 2015 pela professora Perla dos Santos, com a parceria de algumas mães e alunas da Escola Municipal de Ensino Fundamental Senador Alberto Pasqualini, no mesmo bairro.

mais

Esta entrada fue publicada en Buenas prácticas, Notícias/Noticias/Nouvelles/News. Guarda el enlace permanente.

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *