best blackjack bonus play online video slots no download casino games casino promotion blackjack blackjackforusplayers.org 5 reel slots There are many online bonus slots new online casino games
download http://www.euro-online.org https://www.euro-online.org

PRIMERA PÁGINA (CLADE) Especial: Foro Político de Alto Nivel de la ONU

En esta instancia internacional de seguimiento a la Agenda de Desarrollo 2030, CLADE insta a que los Estados prioricen la educación

La Campaña, al lado de redes hermanas de la región y otros continentes, organizadas en el Grupo de Educación y Academia, defendió el derecho a la educación ante la ONU, como derecho en sí mismo y promotor de toda la Agenda de Desarrollo Sostenible

Leer más:

Right to Education Initiative e-Bulletin | July 2017

PRESS RELEASE (Nairobi, Kampala, Monrovia, Johannesburg, 1 August 2017) 174 civil society organisations from around the world, including the Right to Education Initiative, have today released a… Read more
International organisations urge respect for free expression, association (Nairobi, July 6, 2017) – The government of Tanzania should end its hostile rhetoric toward civil society groups and threats… Read more

 

 

39.º Congresso Nacional do MEM – Faro 2017

INSCRIÇÕES online [>]

Inscrições abertas até 11 Julho.

As inscrições são aceites por ordem de receção e confirmadas eletronicamente.

Após a data limite (11 de  julho), os interessados só poderão inscrever-se no dia 20 de julho, no local do Congresso.

Sócios 45€
Não Sócios 85€

Dispensa para formação

Os docentes podem usufruir de dispensa para formação ao abrigo da Portaria n.º 345/2008 de 30 de Abril (ponto 1 do Artigo 3.º – As dispensas para formação da iniciativa do docente são autorizadas apenas durante os períodos de interrupção da atividade letiva).

COMUNICAÇÕES  Só para Sócios(as) do MEM

Entregue aqui [>]

http://www.movimentoescolamoderna.pt/

Manifesto em defesa da Educação Pública e de seus trabalhadores

A aprovação da Lei 13.005, em 2014, encheu o Brasil de esperanças em relação ao tão aguardado salto de qualidade educacional pretendido desde a colonização de nosso território por nações estrangeiras, mas que nunca se concretizou mesmo depois de conquistadas a “independência” e a “soberania” nacionais.

Transcorridos três anos da aprovação do Plano Nacional de Educação (PNE), constatamos que as brechas criadas pelo capital no Plano de Estado para a educação com o propósito de se apropriar de recursos públicos, e as reformas neoliberais, que passaram a dominar a pauta da política nacional, têm aniquilado os sonhos e as esperanças de quem acreditou ter chegado a hora de o Brasil pagar sua dívida socioeducacional com a maioria de seu povo.

Leer el artículo completo »