Maestros de América Latina, una serie que tienes que ver

Desde la historia de Sarmiento en Argentina hasta el mismo Freire en Brasil, pasando por Vasconcelos en México, Mariátegui en Perú , Martí en Cuba y Gabriela Mistral en Chile;  es lo que podrás ver en la serie “Maestros de América Latina”.

La serie “Maestros de América Latina” narra la vida y obra de ocho pedagogos trascendentales para la historia de la educación latinoamericana. El repertorio está compuesto por Simón Rodríguez, Domingo F. Sarmiento, José Martí, José Vasconcelos, José Carlos Mariátegui, Gabriela Mistral, Jesualdo Sosa y Paulo Freire.

El programa intenta acercar a los docentes, pero también al público en general, las propuestas de estos pedagogos latinoamericanos de una manera amena y atractiva. El ciclo busca renovar el debate sobre las pedagogías latinoamericanas desde un abordaje profundamente humano, y sin renunciar a la complejidad y contradicciones propias de personalidades que, desde diferentes perspectivas, se comprometieron activamente con la educación de niños y niñas.

La serie, publicada el año 2016, fue producida por el Laboratorio de Medios Audiovisuales de la Universidad Pedagógica, para la Organización de Estados Iberoamericanos para la Cultura y la Educación (OEI), la UNIPE y Canal Encuentro.

¿Quieres ver esta serie? Aquí te dejamos los 8 capítulos.

Sigue leyendo

Publicado en Buenas prácticas, Documentos, Notícias/Noticias/Nouvelles/News, video_imagen | Deja un comentario

Defender a educação e a nossa soberania é um dever de todos

Na próxima quarta-feira, 15, os petroleiros se juntam aos professore e demais profissionais da educação no dia nacional de luta contra os ataques do governo Bolsonaro às universidades e escolas públicas.  Os cortes generalizados de verbas, as perseguições aos professores e estudantes, a negação das pesquisas científicas, a tentativa de acabar com os cursos de filosofia e sociologia são parte do projeto de criminalização do conhecimento que vem sendo promovido pelo atual governo. Por trás desse processo, está o desmonte do Estado brasileiro.

Os petroleiros e os profissionais de educação há anos lutam, lado a lado, contra as privatizações e os ataques à soberania do país.  As duas categorias protagonizaram lutas históricas em defesa do pré-sal e da Petrobrás como instrumentos de desenvolvimento nacional e de geração de renda e riqueza para o povo brasileiro. “Quando descobrirmos o pré-sal, tínhamos certeza que parte significativa dos recursos dessa riqueza tinha que ser destinada à educação pública. Por que nós tínhamos a verdadeira dimensão do que significa uma educação de qualidade em um país tão desigual quanto o nosso”, ressalta José Maria Rangel, coordenador da FUP.

O desmonte do setor público, que vem acontecendo desde o golpe de 2016, e a recente criminalização do pensamento impõem à sociedade uma reação à altura. A educação pública é um direito de todos. Desde a Constituição Federal de 1988, os governantes têm a obrigação de planejar e oferecer um ensino com mais qualidade para toda população brasileira. O Plano Nacional de Educação (PNE), vigente desde 25 de junho de 2014, estabeleceu diretrizes, metas e estratégias para os dez anos seguintes, através da ampliação do investimento público, que deveria atingir, no mínimo, 10% do PIB em 2024.

O que o governo Bolsonaro está fazendo vai na contramão do PNE. Um povo sem acesso à educação de qualidade é um povo sem soberania. Não podemos permitir mais esse ataque de um governo que está levando o nosso país a um caos generalizado.  A defesa da educação, assim como a defesa da Petrobrás e do Pré-Sal, está diretamente ligada à defesa da soberania nacional e da democracia. “Os petroleiros estarão juntos com os profissionais da educação nessa luta. Não mexa com a Educação e não mexam com a Petrobras”, afirma José Maria Rangel.

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Documentos | Deja un comentario

Prevenindo a violência nas escolas

Por Marcos Rolim  Extraclasse

Nos primeiros dias após o massacre na Escola Estadual Professor Raul Brasil no município de Suzano (SP), muitas escolas receberam ameaças de pretensos atiradores. No RS, a Polícia Civil registrou várias dessas ameaças. A apreensão dos pais e das comunidades cresceu muito, como era de se esperar

É preciso discutir o tema tendo presente as evidências produzidas por estudos científicos, o que também ajudará a reduzir o medo. Massacres em escolas são, afinal, eventos raros. Mesmo nos EUA, que acumulam vários casos, o risco é baixo. Em 10 anos, entre 1996 e 2006, 207 estudantes foram mortos em escolas norte-americanas, uma média de 21 homicídios por ano. Há 125 mil escolas de ensino fundamental e médio nos EUA, o que significa que o risco por escola é o de um homicídio a cada seis mil anos. Um ano após o massacre de Columbine (1999), 71% dos pais norte-americanos manifestavam grande preocupação com a segurança de seus filhos nas escolas. No ano do massacre, 17 estudantes foram mortos nas escolas daquele país, o que é horrível e inaceitável, mas, nesse mesmo período, mais de 2,5 mil jovens foram mortos nas ruas e mais de 9,7 mil morreram em acidentes nos EUA.

mais

Publicado en Artigos/Artículos/Articles | Deja un comentario

A grande mobilização do dia 15 de maio, na Greve Nacional da Educação, indica a retomada do movimento de massas no Brasil e inspira a necessária resistência aos tempos sombrios

CNTE Informa 836 – 17 de maio de 2019

A Greve Nacional da Educação do último dia 15 de maio mobilizou milhões de pessoas pelo país afora, das capitais a centenas de cidades do interior do Brasil. O chamamento da CNTE ao dia 15 de maio forjou uma unidade política do campo progressista mais do que nunca necessária ao momento atual, unificando todos os segmentos e níveis da educação brasileira. O esforço, agora, é para que esse dia represente o início de um processo de resistência feito a partir dos movimentos de massa, ocupando as ruas do país. Sintomático disso é a convocação feita pelo movimento estudantil a partir de suas entidades de representação: a União Nacional dos Estudantes (UNE), a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) já convocam a todos para que, no próximo dia 30 de maio, as ruas sejam novamente tomadas pela pauta da educação, em uma data em que eles estão chamando de “segundo dia nacional em defesa da educação”. Esse movimento do dia 30 de maio contará com o apoio dos educadores e educadoras de todo o país, e assim como foi o último dia 15, será mais uma oportunidade para mobilizar a sociedade brasileira para o dia da Greve Geral da Classe Trabalhadora, no próximo dia 14 de junho.

Sigue leyendo

Publicado en Documentos | Deja un comentario

Brasil 15 do maio: crônica Levante da Educação

 

Mais de um milhão de pessoas saíram às ruas de cidades contra os cortes na educação, naquele que ficou conhecido como o 15M. Foi a maior manifestação popular desde a eleição de Jair Bolsonaro (PSL), com atividades tendo sido registrada em cerca de 200 cidades de todo país. Agora, uma nova manifestação nacional está sendo chamada para o dia 30 de maio enquanto o dia 15 de junho tem indicativo para greve geral contra a reforma da Previdência de Jair Bolsonaro.Os eventos foram motivados pelas declarações do ministro da Educação Abraham Weintraub, que afirmou que cortaria 30% do orçamento das universidades federais que provocassem “balbúrdia” em seus campi, citando nominalmente a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e a Universidade Federal Fluminense (UFF).https://www.brasildefato.com.br/especiais/levante-da-educacao/

 

Publicado en Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Estudantes convocam novos protestos em defesa da educação para o dia 30 de maio

O sucesso da Greve Nacional da Educação fez com que três entidades de representação estudantil convocassem, no início da noite desta quarta-feira (15), o Segundo Dia Nacional em Defesa da Educação, que será realizado em 30 de maio.

A União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes), a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) fizeram uma convocatória conjunta durante as manifestações de rua em todo o Brasil e pelas redes sociais.

Segundo apuração da Confederação Nacional de Trabalhadores da Educação (CNTE), mais de um milhão de pessoas participaram das manifestações. Conforme levantamento do Brasil de Fato na imprensa e nas redes sociais, houve manifestações em mais de 200 municípios de todos os estados brasileiros.

O levante dos estudantes é uma resposta aos cortes de orçamento em todos os níveis da educação, anunciados no último dia 30 de abril por Abraham Weintraub, ministro da Educação. Nas universidades federais, o governo bloqueará 30% do orçamento previsto para pagamento de dívidas não obrigatórias, como trabalhadores terceirizados, obras, compra de equipamentos, água, luz e internet.

Há protestos agendados em pelo menos doze capitais: São PauloRio de Janeiro, Porto AlegreBelo Horizonte, Brasília, Salvador, Curitiba, Fortaleza, Belém, Recife, Manaus e Natal.

Leer comunicado da UBES, UNE e ANPG

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Documentos, Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Francesco Tonucci: “Si la escuela pierde un alumno, lo regala a la delincuencia”

Por Mariana Otero. CREADES

El especialista italiano en educación asegura que cuando los chicos se aburren en clase, es porque no tienen buenos maestros. Dice que una buena escuela es la que logra que los niños desarrollen sus potencialidades.
El derecho al estudio debería ser el derecho a tener un buen maestro”. Con esa frase termina Francesco Tonucci una jugosa charla con La Voz, a minutos de bajarse del avión en Córdoba, el viernes pasado, después de 13 horas de vuelo desde Roma. Viste camisa escocesa y zapatillas. No luce cansado.

Después de una entrevista para Voz y voto, el reconocido pedagogo italiano se presta a una segunda parte del reportaje. Mientras saborea un café negro comparte, parsimonioso y extremadamente amable, sus ideas cargadas de sentido común. Dice, por ejemplo, que cada alumno que la escuela pierde es un regalo para la delincuencia o que es insoportable que los niños se aburran en la escuela. Es sólo el principio de una conversación animada.

más

Publicado en Artigos/Artículos/Articles, Buenas prácticas | Deja un comentario

Greve Nacional da Educação, rumo à greve geral da classe trabalhadora em 14 de junho!

CNTE Informa 835   Publicado em Segunda, 13 Maio 2019 17:34

Na próxima quarta-feira (15) acontecerá, em todo país, a primeira grande mobilização dos/as trabalhadores em educação e de toda a comunidade educacional contra as medidas absurdas do governo Bolsonaro, entre as quais se destacam:

  • A proposta de reforma da Previdência altamente prejudicial para os mais pobres e para o magistério e trabalhadores/as rurais;
  • Os sucessivos cortes nas políticas educacionais (ensino superior e educação básica) e a ameaça de acabar com a vinculação constitucional que assegura recursos para a educação (Fundeb e outras políticas);
  • O patrulhamento ideológico nas universidades e a ofensiva da Lei da Mordaça (Escola sem Partido ou de Partido Único?);
  • A perseguição ao pensamento crítico com enxugamento de verbas para os cursos de filosofia e sociologia nas universidades;
  • O viés privatista e sectário que fomenta as políticas de vouchers e a educação domiciliar;
  • A agressão à gestão democrática e à autonomia das escolas através da militarização escolar;
  • A inoperância inescrupulosa do Ministério da Educação, que afeta a qualidade do atendimento público nas escolas, institutos federais e universidades;
  • A revogação de inúmeros conselhos de acompanhamento social, impondo retrocessos à gestão democrática estatal;
  • O ataque à organização sindical (MP 873) com o objetivo de enfraquecer a luta social contra esses desmandos praticados em pouco mais de quatro meses.

Sigue leyendo

Publicado en Documentos | Deja un comentario

41.º CONGRESSO DO MEM – LISBOA 2019

Lisboa  18-20 julho 2019

Programa

QUINTA-FEIRA, 18 10H00–19H00
ABERTURA

CONFERÊNCIA: «Uma travessia do Pensamento sobre a escrita» Jorge Ramos do Ó
Exposição de práticas pedagógicas nos diversos níveis de ensino

RELATOS DE PRÁTICAS de Educação pré-escolar, ensino básico e secundário*

SEXTA-FEIRA, 19 09H30–18H00
PAINEL: «Educação, sustentabilidade e economia circular» Assunção Folque (coordenação), Conceição Canivete e Samuel Niza
RELATOS DE PRÁTICAS de Educação pré-escolar, ensino básico e secundário*

SÁBADO, 20 09H30–18H00
PAINEL: «Educação matemática: a construção conjunta das aprendizagens» Helena Gil (coordenação), Helena Galvão e Susana Barbosa
RELATOS DE PRÁTICAS Educação pré-escolar, ensino básico e secundário*
FORUM: Debate livre sobre o MEM

*Cerca de 80 relatos de práticas decorrerão em 10 salas, em cada um dos tempos de 90 minutos.

Descarregue o programa completo [em breve]

    • Inscrições aqui >
    • (As inscrições online encerram a 7 julho. Após esta data, poderá inscrever-se no local.)
    • Comunicações aqui >
    • Alojamentos aqui > 
    • mais

 

Publicado en Notícias/Noticias/Nouvelles/News | Deja un comentario

Educação abre resistência popular a Bolsonaro

por BlogDaRedação

Milhares de estudantes vão às ruas, em dezenas de estados, contra o corte de verbas. No ensino médio, multiplicam-se atos criativos. Truculência do governo desencadeará nova “Primavera Secundarista”?

Milhares de alunos do tradicional Colégio Pedro II, no centro do Rio, paralisados e nas ruas. Protestos em solenidade de que participava Jair Bolsonaro. Início de mobilização nos Institutos Federais (IFs) de 21 Estados. Bloqueio de rodovias. Começou assim – ágil, massiva e difundida – a resposta dos estudantes secundaristas ao corte de verbas do sistema de ensino, decretada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub. São só os primeiros passos. Já se fala em greve nacional, no próximo dia 15, quando também pararão dezenas de milhares de professores e funcionários das universidades e do ensino médio. Estará começando uma nova “primavera secundarista”? Só as próximas semanas dirão, mas a largada foi bastante promissora.

mais

Publicado en Artigos/Artículos/Articles | Deja un comentario