Esta é uma edição especial de ALMANAQUE, a revista digital do Fórum Mundial de Educação, em defesa da manutenção do grande educador Paulo Freire no Patronato da Educação Brasileira. O FME, desde seu início, não só teve entre seus integrantes e maiores construtores o Instituto Paulo Freire, como as demais organizações, entidades e movimentos sociais têm como base de seus princípios, assim como de suas práticas, o pensamento de Paulo Freire. A construção dialógica e a defesa da educação pública estiveram presentes ali onde aconteceu qualquer um dos FMEs. Nossa bandeira por outra educação necessária para outro mundo possível só acontece de mãos dadas com Paulo Freire.

Esta es una edición especial de ALMANAQUE, la revista digital del Foro Mundial de Educación, en defensa del mantenimiento del gran educador Paulo Freire en el Patronato de la Educación Brasileña. El FME, desde su inicio, no solo tuvo entre sus integrantes y mayores constructores el Instituto Paulo Freire, como las demás organizaciones, entidades y movimientos sociales tienen como base de sus principios, así como de sus prácticas, el pensamiento de Paulo Freire. La construcción dialógica y la defensa de la educación pública estuvieron presentes allá donde aconteció cualquier uno de los FMEs. Nuestra bandera por otra educación necesaria para otro mundo posible solo acontece de manos dadas con Paulo Freire.

 

Manifesto:

Coletivo Paulo Freire Por Uma Educação Democrática

O Coletivo Paulo Freire lançou nesta segunda 16 um manifesto em defesa ao legado de Paulo Freire e pela manutenção de seu título como patrono da educação brasileira. O Coletivo conta com a participação do Instituto Paulo Freire, da Campanha Nacional pelo Direito à Educação, pelo Mandato da deputada Luiza Erundina e muitas outras instituições e pessoas. 

O Conselho Mundial dos Institutos Paulo Freire elaborou uma Carta Aberta ao Congresso Brasileiro e uma petição em apoio à manutenção do Patrono da Educação Brasileira. Além dos IPFs de diferentes países, a peticao já conta com mais de 21 mil assinaturas.

O Manifesto lançado pelo Coletivo Paulo Freire: por uma educação democrática, no dia 23/10,  já conta com mais de 400 assinaturas de cidadãos/ãs brasileiros/as e de países da África Lusófona, e do mundo, e o apoio de artistas como Chico Buarque, e de educadores/as como  Ana Maria Saul (Cátedra Paulo Freire da PUC-SP), Lisete Arelaro (USP-SP), Moacir Gadotti (IPF), Carlos Alberto Torres (UCLA-EUA), José Eustáquio Romão (IPF e UNinove), Ladislau Dowbor (PUC-SP), Martin Carnoy (Universidade de Stanford), Manuel Castells, Vitor Henrique Paro (USP-SP) e Jaqueline Moll (UFRGS), coloca que defender o título de Freire é o mesmo que defender a produção intelectual, a boa prática pedagógica e o próprio Brasil.
Para os proponentes, ceder a “tamanho acinte”, é impor a Freire e à sua obra, uma espécie de segundo exílio, tão violento quanto o primeiro  sofrido pelo educador de 1964 a 1980 e levado a cabo pela Ditadura Civil-Militar (1964-1985).
O manifesto pede ainda que o Brasil encontro um mínimo de pontos de convergência sobre o legado de Freire à educação brasileira.

“Respeitar Paulo Freire é resguardar a História daquelas pessoas imprescindíveis que dedicam sua vida, dia após dia, à luta por um mundo livre, fraterno, igualitário, justo, próspero e sustentável”.

Daniel Cara, um dos proponentes do manifesto, reconhece Paulo Freire como um dos dez principais teóricos da história da educação, autor de uma pedagogia viva, política e democrática. Para ele, os ataques endereçados ao educador são feitos por quem defende o status quo e se coloca contrário a emancipação de um pensamento crítico. “Acusá-lo dos problemas da educação brasileira é o equivalente a culpar Einstein pela dificuldade dos alunos em entender Física. Infelizmente, a humanidade demora para incorporar as contribuições dos grandes pensadores”, atesta.

Acesse aqui para assinar a Carta aberta ao Congresso Nacional do Brasil

 

 

Angicos 50 anos (vídeo)

Breve documentário, produzido pela Assessoria de Comunicação Social e Publicidade do Ministério da Educação - MEC, sobre o cinquentenário da experiência de alfabetização de jovens e adultos realizada pelo educador Paulo Freire (1921-1997), na cidade de Angicos (RN).

Paulo Freire Contemporáneo (video)

Documental que indaga en los orígenes de las primeras experiencias de alfabetización y educación popular de Paulo Freire. Casi 20 años después de su realización en Angicos (RN), el filme muestra cuánto de las ideas de este gran educador y su concepciones pedagógicas y antropológicas están aún vivas en nuestros días. Incluye fotos, imágenes de archivo y fragmentos de entrevistas con Paulo Freire y testimonios de sus hijos y otros pedagogos.

“Escola sem partido” quer apagar Paulo Freire da educação brasileira

Um abaixo-assinado online já tem as assinaturas necessárias para que o Senado Federal discuta a retirada do título de patrono da educação brasileira dado ao educador e filósofo Paulo Freire. Segundo o pedido, a filosofia de Freire “ja demonstrou em todas as avaliações internacionais que é um fracasso retumbante”[sic].]

mais

Paulo Freire é o terceiro pensador mais citado em trabalhos pelo mundo

Pedagogia do Oprimido” (1968), principal obra do pedagogo pernambucano Paulo Freire, é a terceira mais citada em trabalhos da área de humanas, segundo um levantamento feito no Google Scholar – ferramenta de pesquisa dedicada à literatura acadêmica. O professor associado da London School of Economics, Elliott Green, analisou as obras mais citadas em trabalhos disponíveis na ferramenta, criada em 2004, que é desde então uma referência crescente para pesquisas, graças a sua acessibilidade.

mais

Entrevista: Paulo Freire: “La educación es siempre un quehacer político”

Paulo Freire, educador brasileño, partidario de la pedagogía liberadora y de poner en práctica una educación que transforme la estructura de la sociedad, trabaja actualmente en el Consejo Mundial de Iglesias, en Ginebra, y dirige las campañas de alfabetización de adultos de vanos países de Africa. Exiliado de su país desde hace catorce años, puso en práctica sus ideas en el terreno educativo en Chile y otros países de América Latina, en cuyos movimientos guerrilleros y revolucionarios ha tenido una innegable incidencia.

más

Projeto Memória Paulo Freire

Paulo Reglus Neves Freire nasceu no dia 19 de setembro de 1921, no Recife, Pernambuco, uma das regiões mais pobres do país, onde logo cedo pôde experimentar as dificuldades de sobrevivência das classes populares. Trabalhou inicialmente no SESI (Serviço Social da Indústria) e no Serviço de Extensão Cultural da Universidade do Recife.

mais

Chile, a “Pátria Acadêmica” de Paulo Freire

Sob guarda do Embaixador da Bolívia, Freire deixou São Paulo em setembro de 1964. Pouco tempo depois de sua chegada a Bolívia sofreu um golpe político, o que fez com que, em novembro de 1964, Freire encontrasse asilo político em Santiago, Chile.

mais

Paulo Freire e a alfabetização na Nicarágua, uma cruzada contra a escuridão

A Nicarágua é um país que pertence à América Central, a região mais estreita das Américas, um país com cerca de 6 milhões de habitantes e que faz fronteira ao Sul com a Costa Rica e ao Norte com Honduras. Um território pequeno em extensão e população, mas gigantesco em contrastes. Um país de beleza natural exuberante, reconhecido como “a terra dos lagos e de vulcões”, privilegiadamente banhado por dois oceanos, Atlântico e Pacífico.

mais

Freire e a Educação na Guiné-Bissau

Guiné-Bissau, país localizado na costa ocidental do continente africano, foi colonizado pelos portugueses no fim do século XIX. O país permaneceu como colônia até 1974, tendo sua independência marcada por fortes combates entre guineeses e colonizadores. Em 1975, o Presidente Luís de Almeida Cabral, irmão de Amílcar Cabral, convidou Paulo Freire, por meio do Comissariado de Educação, para discutir as bases da colaboração freiriana para o Programa Nacional de Alfabetização da Guiné-Bissau, principalmente no campo da alfabetização de jovens e adultos.

mais

Paulo Freire: el legado del pedagogo brasileño

En palabras de Paulo Freire la educación “es un proceso de conocimiento, formación política, manifestación ética, búsqueda de belleza, capacitación científica y técnica”.

Freire es reconocido como uno de los pedagogos más influyentes de América Latina. Promovió una educación humanista dirigida a integrar al individuo a la realidad nacional.

“La práctica educativa es todo esto: efectividad, alegría, capacidad científica, dominio técnico al servicio del cambio”, sostenía Freire.

 

más

Freire | Grupo de Aprendizaje Colectivo de Escuela Abierta

Freire es el tipo de hombres que saben reconocer el valor de lo humano y de lo propio. Es el tipo de personalidad que logra descubrir el misterio que encierra el hombre con su complejidad que lo dinamiza y con su ser inacabado, siempre en búsqueda y auto-construcción. Tiene la claridad para reconocer que, a pesar de su capacidad personal, el hombre no está sólo en el mundo, sino que es un ser eminentemente relacional.

más

Paulo Freire, o grande pedagogo do Brasil (cinco documentários sobre a sua vida e obra)

Continuando com a série sobre grandes educadores, esta vez o depoimento vai dedicado ao grande pedagogo brasileiro Paulo Freire, de projeção mundial. Um educador idóneo também, pelo muito que trabalhou em este campo ao largo de muitos anos, para celebrar o Dia Mundial da Alfabetização, que em todo o mundo tem lugar na data do 8 de setembro, data que foi instituída em 1968 pela ONU e pela Unesco com o objetivo de fomentar a alfabetização em todos os países.

mais

ALMANAQUE 01 - 100

Agora você pode consultar qualquer um dos números de ALMANAQUE. Um histórico de notícias, artigos, vídeos e atividades do FME no mundo. Clique na imagem e depois no número ou mês e ano que deseja. Boa pesquisa!

Ahora usted puede consultar cualquiera de los números de ALMANAQUE. Un histórico de noticias, artículos, vídeos y actividades del FME en el mundo. Haga clic en la imagen y luego en el número o mes y el año que desee. ¡Buena búsqueda!.

más noticias en: / mais notícias em:  

ALMANAQUE Archivo mensual:

 

 

ALMANAQUE  

 http://almanaquefme.org

SECRETARIA EXECUTIVA DO CI

FÓRUM MUNDIAL DE EDUCAÇÃO

almanaquefme@gmail.com

 

 


Almanaque FME en Facebook
 

 

FÓRUM MUNDIAL DE EDUCAÇÃO
WORD EDUCATION FORUM

FORUM MONDIAL DE L'EDUCATION

FORO MUNDIAL DE EDUCACIÓN

http://www.forummundialeducacao.org/

secifme@forummundialeducacao.org

Suscribirse a las actualizaciones de titulares RSS de ALMANAQUE_FME por FeedBurner

Enter your email address: